Notícias

Creas de Camboriú vai capacitar entidades que acolhem adolescentes infratores
14/06/2017
Compartilhar:

No dia 21 de junho será realizado o primeiro de uma série de três encontros com o intuito de capacitar a rede de entidades que acolhem adolescentes infratores para medidas socioeducativas, como serviços à comunidade, em Camboriú. A capacitação será oferecida pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e tem como intuito fortalecer o teor pedagógico e educativo dessas medidas, de modo a diminuir ao mínimo a possibilidade de que o jovem volte a cometer infração.

Segundo a coordenadora do Creas, Rose Neide Pagliosa, desde março do ano passado aumentou significativamente o número de adolescentes encaminhados pela Justiça para a prestação de serviços à comunidade como medida socioeducativa. “A Prefeitura, por meio das secretarias municipais, e as entidades que recebem recursos do Fundo da Infância e da Adolescência têm a responsabilidade de prover para esses jovens a possibilidade de realizar o serviço comunitário. Mas é preciso que as pessoas que vão acompanhar o adolescente estejam capacitadas para orientá-lo”, explica.

Uma das responsabilidades do Creas está o encaminhamento de adolescentes que cometeram infrações para as medidas socioeducativas determinadas pela Justiça. Entre essas medidas, estão a liberdade assistida e o serviço à comunidade. Enquanto a liberdade assistida representa um acompanhamento social de forma sistemática, com encontros periódicos para desenvolver com o adolescente o plano individual de atendimento, no serviço à comunidade cabe ao Creas identificar no Município os locais para a prestação de serviço: entidades sociais, programas comunitários, hospitais, escolas e outros serviços governamentais e não governamentais.

Rose Pagliosa destaca, porém, que mais do que o trabalho em si, o adolescente precisa receber orientação e apoio para aprender. “A inserção do adolescente em qualquer dessas alternativas deve ser compatível com as aptidões do adolescente e favorecedora de seu desenvolvimento pessoal e social”, reforça a coordenadora.

A formação para a rede de atendimento para o trabalho das medidas socioeducativas será realizada nos dias 21 de junho e 4 e 19 de julho, das 8h às 12 horas e  13h às 17h30min – no auditório da Prefeitura. Quem vai conduzir a capacitação será o palestrante Guilherme Cechelero, que é graduado em Ciências Sociais com ênfase em Políticas Públicas com especialização em Panorama Interdisciplinar na área da Criança e do Adolescente.

São convidados a participar todos os que atuam em órgãos que integram de algum modo o Sistema de Atendimento Socioeducativo (Sinase), como: delegacia, fórum, promotoria, conselho tutelar, organizações não governamentais e governo.

 

 

Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS