Notícias

Camboriú comemora saldo positivo no número de empregos formais
07/08/2017
Compartilhar:

Nos primeiros cinco meses de 2017, o saldo de empregos formais em Camboriú fechou positivo em mais 165 postos de trabalho. O dado é da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), que calcula a diferença entre a quantidade de contratações o número de demissões na cidade. Um total de 2.041 trabalhadores foi admitido em Camboriú até o final de maio deste ano – informação mais atual disponibilizada pela Fiesc. Para o prefeito Elcio Kuhnen, o dado mais significativo, na comparação com os anos anteriores, é a redução no número de funcionários desligados.

Os gráficos da Fiesc mostram que no primeiro semestre do ano passado, 2.910 camboriuenses foram demitidos de seus empregos. No mesmo período de 2017, esse número caiu em quase 65%. “Menos demissões significa mais estabilidade e segurança para o trabalhador e a economia local”, defende Elcio. Como o número de admissões no mesmo período do ano passado (2.877) foi menor que o de desligamentos, o saldo de empregos à época fechou negativo: mais gente saía do que entrava no mercado de trabalho formal.

O levantamento revela que o crescimento no número de empregos em Camboriú se concentra principalmente nos setores de comércio e construção civil. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, é também consequência de um trabalho contínuo de incentivo ao investimento na cidade. “Nossos esforços são no sentido de fomentar segurança de investimento para que novos postos de emprego sejam abertos. Para isso, é preciso oferecer um bom atendimento para as empresas consolidadas que chegam à cidade, mas também oferecer qualificação profissional tanto para aquela pessoa que deseja abrir um negócio, mas não sabe ao certo como, quanto para o trabalhador que prestará serviço para as empresas”, argumenta Rodrigo Fidêncio.

Para atingir essa meta, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico monitora diariamente os indicadores da economia local, estadual e nacional. “Acompanhamos os números, os setores que crescem e os que estagnam, todos os indicadores a que temos acesso. Ao mesmo tempo, estamos mapeando quem empreende em Camboriú, quais as necessidades e áreas de atuação do empreendedor local. Os esforços para criar novas vocações econômicas na cidade se concentram a partir dessas informações”, completa o secretário. 

Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS