Notícias

Começou a pavimentação do último trecho da Rua Monte Juliana
14/12/2017
Compartilhar:

Iniciou, essa semana, a preparação do último trecho sem pavimentação da Rua Monte Juliana, no bairro Monte Alegre. Ao longo do ano, a Prefeitura de Camboriú atua em parceria com a comunidade local – que solicitou, por meio de abaixo-assinado, a realização de pavimentação comunitária. A extensão da rua foi pavimentada com lajota sextavada conforme os moradores de cada trecho se mobilizavam para requerer a melhoria.

O prefeito Elcio Rogério Kuhnen explica que essa é uma maneira de facilitar a realização de obras nas ruas da cidade, que conta hoje com cerca de 350 vias sem pavimentação. “A pavimentação comunitária potencializa os recursos, é uma forma de colaboração com resultado imediato, como os moradores da Monte Juliana puderam presenciar. Eles se articularam, fizeram a solicitação e, de agosto pra cá, toda parte não pavimentada já está com lajota, meio fio, tubulação”, comenta Elcio.

Após a comunidade aderir ao programa de pavimentação comunitária, a Prefeitura fica responsável por preparar a cancha da rua, instalar bocas de lobo e tubulação, além de ser responsável por materiais, caso da areia. As pessoas que possuem imóvel no trecho a ser pavimentado dividem, entre si, os custos do meio fio, lajotas e mão de obra – que é realizada por empresa cadastrada pela Prefeitura, por meio de edital de chamamento público.

O empreiteiro Paulo Sérgio Lorencetti, responsável pela obra da Rua Monte Juliana, defende o modelo de trabalho. “Recebemos todo o respaldo da Prefeitura, que sempre está acompanhando os trabalhos, checando o que é preciso para o serviço ficar bem feito. Isso é muito importante para a comunidade, que paga por parte da obra. Algumas pessoas ficam com receio de aderir à pavimentação comunitária, mas quando veem a qualidade e a rapidez do trabalho, percebem que vale a pena”, destaca Sérgio.

Segundo ele, a obra na Rua Monte Juliana deve ser inteiramente concluída já na próxima semana. Para solicitar pavimentação comunitária, pelo menos 70% dos proprietários de imóveis da rua precisam estar de acordo. A intenção pode ser registrada num abaixo-assinado e entregue à Secretaria de Saneamento Básico, que dá início ao processo. Além da Rua Monte Juliana, os moradores da Rua Santo André – no bairro São Francisco de Assis – também optaram pela realização de pavimentação comunitária neste ano.

Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS