Notícias

Gestão das águas é tema de formação para profissionais da Educação em Camboriú
05/02/2018
Compartilhar:

Profissionais da rede municipal de ensino de Camboriú participaram das palestras da formação continuada organizada pela Secretaria de Educação nesta segunda-feira, dia 5. Dentre os assuntos abordados nos encontros estão a gestão participativa da água e os trabalhos realizados pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú. Os encontros foram realizados no auditório da escola municipal Anita Bernardes Ganancini. Qualificação continua nos dias 6 e 7 de fevereiro.

A coordenadora da Associação Caminho das Águas do Tijucas (CAT) – entidade executiva do Comitê Camboriú, Aline Luiza Tomazi, apresentou os fundamentos e diretrizes da Lei das Águas, reconhecida em 1997; dados de consumo em todo o Brasil e no mundo; e questões voltadas à bacia hidrográfica. “Quando o assunto é água, precisamos pensar em tudo que a cerca e os contextos em que está envolvida. Desde os usos múltiplos que apresenta, como higiene pessoal, mineração e agricultura, entre outros, até os problemas ambientais causados por ela”, analisa.

As ações do Programa Tatu de Educação Socioambiental, ligado à Fundação do Meio Ambiente (Fucam); o projeto Produtor de Águas e Parque Inundável Multiuso também foram abordados durante os encontros.

O assessor técnico do Comitê Camboriú, Fernando Assanti, compartilha que o intuito da palestra é promover a sensibilização da população sobre o papel que exerce nesse cuidado com os recursos hídricos. “Estamos acostumados a falar sobre vários temas do nosso cotidiano. Segurança pública, mobilidade urbana, entre outros. A intenção aqui é difundir a necessidade da participação dos moradores na questão dos cuidados com a água. Capacitar os professores é o caminho, já que eles servem como multiplicadores das informações”, comenta Fernando.

Palestras simultâneas, realizadas no auditório do Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú, trataram a aplicação da neurociência no contexto da educação inclusiva. Os quatro pilares da neurociência – conhecer, conviver, fazer e ser – e outros assuntos relacionados foram apresentados pelo professor Dr. James Luiz Venturi, da Universidade Norte do Paraná (Unopar).

A secretária de Educação de Camboriú, Alecxandra Vitorassi Rosa, acredita que as formações continuadas são essenciais. “Essas qualificações propiciam aos profissionais a assimilação de novas informações e o acréscimo de conhecimentos às bagagens que cada um traz consigo”, reforça.

A professora do Centro de Educação Infantil (CEI) Eurípedes de Paula da Silva, Daniela Fermina da Silva, vê a qualificação como um fortalecimento para o trabalho. “Essas informações enriquecem ainda mais nosso conhecimento. Em relação ao tema meio ambiente, por exemplo, podemos elencar o que deve ser mudado em nossa doutrina. É possível trabalhar com as crianças questões de sustentabilidade, destino correto do lixo e cuidados com a natureza, o que refletirá futuramente em nossa sociedade”, pontua.

Na terça-feira, dia 6, a formação continuada irá tratar da motivação e autoestima no processo de aprendizagem. A palestra será ministrada por Clarisse Leal Freitas. Já na quarta-feira, dia 7, os temas serão sustentabilidade – apresentada pela equipe da Volvo Ocean Race – e instrumentos para a administração de conflitos. O professor Thérbio Felippe, da Unicesumar, irá dialogar com os profissionais. Participam da formação continuada professores, monitores, servidores, orientadores, diretores, coordenadores e administradores, além de psicopedagogos, psicólogos e fonoaudiólogos. 

Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS