Notícias

Camboriú tem ações de prevenção às DSTs para o carnaval
07/02/2018
Compartilhar:

A Secretaria de Saúde de Camboriú iniciou uma série de ações de sensibilização e prevenção às infecções sexualmente transmissíveis com foco no carnaval. A programação inclui a distribuição de camisinhas masculinas e femininas, gel lubrificante e materiais educativos em casas noturnas, bares e em todas as unidades de saúde do município. Os materiais preventivos também serão distribuídos em duas ações pontuais no Centro e bairro Monte Alegre, com a oferta de testagem rápida para sífilis e HIV.

No bairro Monte Alegre, a distribuição de materiais preventivos será nessa quinta-feira, dia 8, a partir das 13h30 e até às 20 horas no estacionamento do supermercado Komprão Koch Atacadista – na Rua Monte Agulhas Negras, nº 298. A coordenadora do Centro de Diagnóstico e Tratamento (Cedit) de Camboriú, Gabriela Torres, reforça que todos os testes são oferecidos gratuitamente pelo município. 
 
Na sexta-feira, dia 9, a ação de prevenção e sensibilização contra as infecções transmitidas sexualmente segue para a Praça das Figueiras, no centro da cidade, das 9 às 16 horas. “Durante as festas de carnaval, aumenta o consumo de bebidas alcoólicas, utilização de drogas e o número de parceiros sexuais, sendo comum a prática de relação sexual desprotegida. Mas a camisinha é o método mais eficaz para prevenir-se contra doenças sexualmente transmissíveis”, reforça Gabriela.
 
Testes rápidos o ano todo
 
Durante todo o ano, a testagem rápida contra HIV, sífilis e também de hepatites virais pode ser realizada pelos moradores de Camboriú em todas as unidades de saúde do município e na sede do Cedit. O secretário de Saúde, Ronnye Peterson Nasser dos Santos, destaca que não é necessário agendamento para os testes rápidos e o resultado fica disponível em até uma hora. 
 
“Camboriú registrou novos casos de infecção por HIV em 2017, sendo a maior quantidade na faixa etária de jovens adultos, entre 18 e 30 anos. Todos que tiveram relações sexuais desprotegidas estão sujeitos a contrair DSTs. Nesses casos, é preciso realizar as testagens para poder iniciar logo o tratamento, se for necessário”, completa o secretário.
Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS