Notícias

Saúde de Camboriú alerta sobre Febre Amarela
28/01/2020
Compartilhar:
Santa Catarina se tornou Área com Recomendação de Vacinação (ACRV) para a Febre Amarela. Todas as pessoas com idade a partir de nove meses, conforme as recomendações do calendário nacional de vacinação, precisam ser imunizadas. Em Camboriú a imunização está acontecendo em todas as salas de vacinação, das 8h às 12h e 13h30 às 16h30, nas unidades de saúde do Centro, Areias, Conde Vila Verde, Monte Alegre, Rio Pequeno, Santa Regina, Taboleiro, São Francisco de Assis e Cedro. 
 
“Já realizamos diversas ações visando imunizar o maior número de pessoas possíveis em Camboriú, porém, é preciso fica sempre atento quando se fala de saúde, por isso, quem ainda não tomou a vacina da febre amarela deve procurar a unidade de saúde mais próximo de sua residência e atualizar a carteira de vacinação”, pondera a secretária de Saúde Elisama de Freitas.
 
Conforme a diretora de Vigilância em Saúde, Josiane Farias, quem tomou a vacina em algum momento da vida, não precisa de nova dose. “Foram realizados diversos estudos ao longo dos anos e verificou-se que apenas uma dose tomada, quando pessoa adulta, já fica imune”, explica ela, frisando que agora existe a dose de reforço para crianças que foram imunizadas com menos de cinco anos de idade.
 
Para turistas que forem se dirigir a uma área com recomendação de vacina - tanto estrangeiros, quanto brasileiros – e que nunca receberam nenhuma dose da vacina, a recomendação é que seja vacinado pelo menos 10 dias antes da viagem, que é o tempo que a vacina leva para criar anticorpos e a pessoa estar devidamente protegida.
 
Quem não deve tomar a vacina:
 
Pessoas que já foram imunizadas (receber a imunização apenas um vez é suficiente para se tornar imune);
Pessoas com imunossupressão secundária à doença ou terapias;
Imunossupressoras (quimioterapia, radioterapia, corticoides em doses elevadas);
Pacientes em uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe);
Transplantados e pacientes com doença oncológica em quimioterapia;
Pessoas que apresentaram reação de hipersensibilidade grave ou doença neurológica após dose prévia da vacina;
Pessoas com reação alérgica grave ao ovo;
Pacientes com história pregressa de doença do timo (miastenia gravis, timoma).
 
 
 
 
Prefeitura de Camboriú
Assessoria de Imprensa 
(47) 3365-9500
 

 

Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS