Notícias

Camboriú realiza campanha de conscientização sobre gravidez na adolescência
14/02/2020
Compartilhar:

A Secretária de Saúde Camboriú, por meio do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), em parceria com o Centro de Diagnóstico e Tratamento (CEDIT), também realiza neste mês de fevereiro uma campanha de conscientização sobre prevenção a gravidez na adolescência, por isso, representantes da saúde iniciaram palestras nas escolas do município, buscando ampliar o diálogo sobre o tema. 

“Identificarmos a importância de abordagem do tema com os jovens, pois há necessidade de promovermos uma ampla reflexão sobre o impacto do que isso gera uma gravidez na adolescência, além de alertarmos também sobre os métodos contraceptivos e IST’s (infecções sexualmente transmissíveis)”, explica a secretária de Saúde, Elisama de Freitas.

A psicóloga e coordenadora do NASF, Joyce de Almeida Cruz, aponta a importância em destacar que a intervenção consiste em proporcionar reflexões nos adolescentes sobre os impactos que uma gravidez não planejada pode causar em suas vidas, assim estimulando a responsabilização pelas decisões tomadas.

Mesmo sem a presença dos pais ou responsáveis, os adolescentes a partir de 15 anos podem procurar a unidade de saúde mais próxima para se informar sobre os cuidados em saúde, e em conversa com os profissionais, podendo assim diminuir dúvidas e ansiedade, tornando-se mais seguros e confiantes sobre seu desenvolvimento afetivo e direitos sexuais. “Os profissionais podem auxiliar os jovens de forma adequada, como por exemplo, no caso de início da vida sexual, pode-se orientar sobre os métodos naturais e de anticoncepção, como os de barreira (camisinha), hormonais e de longa duração e até mesmo alertar sobre as IST’s”, pondera a enfermeira e coordenadora do CEDIT, Alessandra de Deus Silva.

Todas as unidades de saúde de Camboriú podem oferecer informações sobre as IST’s, tratamentos, realização de testes rápidos e em caso de gravidez sobre o pré-natal.

Gravidez na adolescência 

No Brasil, cerca de 930 adolescentes e jovens dão à luz todos os dias, totalizando mais de 434,5 mil mães adolescentes por ano. Este número já foi maior e agora está em queda. Ainda assim, o Brasil registra uma das maiores taxas se comparado aos países da América Latina e Caribe, chegando a 68,4 nascidos vivos para cada mil adolescentes e jovens. Para reduzir ainda mais estes casos, o Ministério da Saúde e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos lançaram uma campanha para prevenir a gravidez precoce: “Tudo tem seu tempo: Adolescência primeiro, gravidez depois”. A gravidez não intencional nesta fase pode trazer consequências para toda a vida.

A ação faz parte da Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, instituída pelo Governo do Brasil, no ano passado, por meio da Lei n° 13.798. A campanha é voltada para adolescentes, jovens, pais ou responsáveis.

Horário estendido

Lembrando que todos os meses as unidades de saúde tem dias específicos a qual acontecem os atendimentos em horário estendido, das 17h às 21h. No dia 18 será a vez das unidades do Rio Pequeno e Centro. No dia 20 a unidade Santa Regina terá horário estendido. No dia 26 será a vez da unidade do Areias. Já no dia 27 será às vezes das unidades do Taboleiro e CAIC.

 

 

 

Prefeitura de Camboriú

Assessoria de Imprensa 

(47) 3365-9500

  

Todos os direitos reservadosPrefeitura de Camboriú / Santa CatarinaPrefeitura de Camboriú / Santa Catarina
Desenvolvido por BRSIS